Morrissey rebate críticas por apoio à partido de extrema direita britânico



Moz chamou a imprensa britânica de fascista e pediu paz; leia na íntegra!


O cantor Morrissey rebateu as críticas por seu apoio ao partido de extrema direita britânico 
For Britain, conhecido por ter políticas consideradas racistas e xenófobas.



O músico se pronunciou sobre o assunto em em uma carta aberta aos fãs, publicada no site Morrissey Central


Leia na íntegra:

" Porque é Assim Que Eu Sou

Pra começo de conversa eu poderia, por favor, expressar meus sinceros agradecimentos à BBC Radio 2 por seu apoio dado a ‘California Son’, ‘Wedding Bell Blues’ e ‘It’s Over’. O que quer que o futuro traga, eu sempre me lembrarei do apoio constante da Radio 2 durante essas semanas difíceis — especialmente de Jo Whiley.

Lamento que a interpretação contorcida da mídia impressa do Reino Unido sobre quem e o que eu sou tenha dado errado. Nestes dias, quando a maioria das pessoas tem medo de até sussurrar, a mídia impressa escreve como se alguém estivesse vindo pegá-la. Esse nervosismo dolorido faz com que surjam os vingativos e paranoicos. Inventar o juízo final da Grã-Bretanha é a preocupação dos tabloides, e eles podem te odiar por ter vivido.




Eu me endireito e minha posição é de esperança. A marcha regressiva acabou e a vida recomeçou. Com a voz estendida ao ponto de ruptura, peço a prosperidade da liberdade de expressão; a erradicação do controle totalitário; peço a diversidade de opinião; peço a total abolição do matadouro; peço pela paz, acima de tudo; chamo a sociedade civil; peço um fim às brutalidades; ‘não’ à Grã-Bretanha soviética; orações não a deuses, mas a forças; um fim à falta de clareza da mídia; as pessoas que têm o poder; ódio e decapitações pertencem à fornalha da história; a música ainda pode ser sua única amiga; para cada sombra e persuasão… sempre estaremos lado a lado — a cultura de valor de todos; não há mais indignação na moda; as vacas são amigas dos humanos — não as matem; cuidado com aqueles que escrevem nas manchetes; fibra moral significa se manter… com seus amigos; desista de argumentos inferiores; Deus deu a você sua vida para desfrutar — você vai chorar por sua vida nos próximos anos … a morte sempre responde de volta; não seja ninguém; você sobreviveu até aqui para fazer do resto pacífico e engraçado; sua própria sobrevivência prova que você tem o direito; ignore os olhos frios do fascismo; sua vida é arte."



Moz lançou na última sexta-feira (24), seu disco de covers, California Son; e neste mês a Spillers Records, mais antiga loja de disco do mundo, baniu de suas prateleiras os trabalhos solos do ex-smiths.