Low Roar lança “Darkest Hour”


Crédito foto: Konrad Cwik


Single é o segundo do novo álbum, “ross.”


Projeto do cantor, compositor e instrumentista Ryan Karazija, Low Roar está de volta com o novo álbum, “ross.”. O segundo single, “Darkest Hour”, já está disponível nas principais plataformas de música pelo selo mexicano Pedro Y El Lobo. “Darkest Hour” é uma carta de despedida para um amor fugaz. Sobre um violão e pinceladas eletrônicas, a voz suave de Ryan revela a história de um relacionamento em retrospecto.

Continua abaixo da publicidade

Existe uma conexão entre a simplicidade da música - um indie pop direto e melódico - e a frase mais brusca, quase dylanesca da música: “eu sou apenas grato por ter te conhecido, querida”. Às vezes, saber que algo era real é o suficiente.

Esta é a segunda prévia de “ross.”, o quarto álbum de estúdio da banda que será lançado em 8 de novembro. O disco foi co produzido pelo aclamado produtor e vencedor de três Grammy, Andrew Scheps (Red Hot Chili Peppers, Adele); Mike Lindsay (da banda britânica Tunng); e o próprio Ryan Karazija.


O lançamento de “ross.” coincide com o do videogame mais esperado do ano: Death Stranding, do renomado designer e produtor Hideo Kojima. Isso não é uma coincidência, já que Low Roar contribuiu com várias músicas para a trilha sonora do jogo, incluindo algumas delas presentes em seu novo álbum. Esta colaboração nasceu depois que Kojima descobriu a banda por acidente em uma loja de discos de Reykjavik, na Islândia, e ganhou força com o uso da música “I’ll Keep Coming” (do álbum “0”, de Low Roar) no primeiro trailer do Death Stranding, ainda em 2016.

Continua abaixo da publicidade

O Low Roar começou na Islândia em 2011, quando Ryan gravou seu álbum de estreia na cozinha do seu apartamento. O som melancólico e o sucesso de sua segunda produção, “0” (2014), facilitou a inclusão da banda como parte da cena islandesa, com a qual foi muito associado desde o início.

No entanto, nos últimos anos, o Low Roar transcendeu qualquer rótulo de “feito em” para o álbum “ross.”. É o resultado de um artista da Califórnia, morando em Varsóvia, gravando no Reino Unido e em constante movimento ao redor do mundo. Ryan criou um hábito de documentar sua vida em canções honestas que podem acariciar sua alma ou quebrar seu coração, dependendo da hora do dia. No fundo, é música profundamente pessoal. Isso não surge de uma paisagem externa, mas das emoções humanas mais básicas.

Continua abaixo da publicidade

”ross.” chega à América Latina com distribuição do selo independente, coletivo musical e estúdio Pedro Y El Lobo, com base na Cidade do México. O objetivo do grupo é divulgar o trabalho de artistas emergentes na cena mundial, com foco no post-rock e folk, porém sem limitações de estilo. Pedro Y El Lobo acredita em difundir música bem feita por meio da distribuição digital e da realização de shows com artistas como Hanging Valleys (Reino Unido), os americanos My Empty Phantom e The Go Rounds, além de outros da efervescente cena mexicana.

“ross.” será lançado no dia 08/11.

Ouça “Darkest Hour”: